domingo, 8 de janeiro de 2017

Viagens


Assim à pressa, o que a deusa está a cantar é:

Os teus olhos,
Novos em cada momento
Penetram nos meus sonhos abandonados
Intermináveis viagens amorosas
Para as cores radiantes da noite
Qualquer coisa assim.

Sem comentários:

Enviar um comentário