domingo, 12 de fevereiro de 2017

Religião popular


Enfim, é uma tristeza, uma agonia, isto de no dia dos namorados não poder jantar a Marianna... bom, a vida é pouco democrática... e, desde que foi mãe, ainda está mais... apurada, com mais sabor. Deus seja louvado.

Sem comentários:

Enviar um comentário