domingo, 16 de julho de 2017

Não sei como, mas a verdade é que aprendi a retirar algum prazer destes dias de dor constante, monótona, quase familiar. O meu jogo favorito passou a ser o medir das horas entre analgésicos. Tem a sua graça. 

Há, apesar de tudo, algumas vantagens na imobilidade e na letargia. 

Sem comentários:

Enviar um comentário